Irrompe o Show

Me deparei com essa semelhança entre uma parte de Uma mulher é uma mulher (1961), filme de Jean-Luc Godard, e o episódio “The Foot” (terceiro da primeira temporada) da série televisiva Six Feet Under: uma cena cotidiana é cortada, transformada, por uma performance musical. Veja abaixo ambos.

Aqui, Godard:

E, aqui, Six Feet Under:

Ambas mulheres, ambas diante de uma conversa comum, de repente se destacam, ganham roupa de espetáculo, dançam. No caso de Godard, o grau de ironia (não só consciente da sua fonte — os musicais de Hollywood — como do fato de que está fazendo uma citação) é maior; Six Feet Under busca mais burlesco, e a sequência se enquadra no tom galhofeiro que é sobreposto ao peso da morte na série. As duas obras querem aí o humor: a primeira a encontra pela metalinguagem; a segunda, pelo fantástico da imaginação.

Duanne Ribeiro é jornalista, escritor e pesquisador em ciência da informação e filosofia. Em jornalismo, formou-se pela Universidade Santa Cecília (Unisanta). É mestre em Ciência da Informação — com a dissertação “A Criatividade do Excesso – Historicidade, Conceito e Produtividade da Sobrecarga de Informação” —, bacharel em Filosofia pela Universidade de São Paulo e especializado em Gestão de Projetos Culturais pelo Centro de Estudos Latino-Americanos sobre Cultura e Comunicação (Celacc), ligado à USP. Publicou, pela editora Patuá, o romance As Esferas do Dragão (2019). É analista de comunicação para o Itaú Cultural e editor da revista Úrsula.
Post criado 291

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo