Artes & Ideias

[Vandal Hearts (1997), Playstation] Uma referência a O Mágico de Oz (1939), de Victor Fleming. Os personagens são engolidos por um vórtice que esgarça o “tecido do espaço-tempo” (o vocabulário é anacrônico dentro da ambientação medieval do jogo), caem em outra dimensão e fazem esse comentário de efeito (impossível para eles, mas o roteirista pôs assim mesmo). A frase “eu acho que não estamos mais no Kansas” e suas variantes, eu descobri por conta deste post, foi usada incessantemente pelo cinema. Duvido você reconhecer todos os filmes que a usaram e que estão neste vídeo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *