Categoria: Sem categoria

Patti Smith, Detetives e Escritores

[“The Theology of Patti Smith”, The New Yorker, 6 de outubro de 2015; link] “Her intense identification with fictional detectives feels of a piece with her broader understanding of the artistic process: much in the way that a detective might obsess over physical evidence, in search of a truth that will reveal itself only to her, […]

Eliane Brum: Escutar o Outro Integralmente

Publiquei no blog Fale com Arte, do Itaú Cultural, a entrevista “Eliane Brum: Reportagem é Reflexão em Movimento“, com Eliane Brum. A escritora e jornalista fala sobre a importância da reportagem para o cotidiano e a memória das sociedades, e ressalta a importância de manter o registro do trabalho dos grandes repórteres. Ela disse: Nós somos […]

Não Tem Nem o Que Dizer

[Cortando o cabelo. Na TV, alguém comenta sobre a namorada atual do Belo. O cabelereiro me informa sobre o estado conjugal do cantor e depois expõe uma teoria] Toda montada, cheia de silicone. Vão pra academia e colocam silicone. [Pára o serviço, se afasta um passo e disserta com os braços abertos; vejo seu rosto […]

17
abr

Grupo Bagaceira: Poesia para um Tema Espinhoso

Publiquei no blog Fale com Arte, do Itaú Cultural, a entrevista “Meire Love: Inocência Pisada“, com o grupo Bagaceira de Teatro. O elenco — formado por Yuri Yamamoto, Rafael Martins e Rogério Mesquita — fala sobre o ideário, o processo criativo e o impacto, principalmente neles próprios, da peça Meire Love, que trata de crianças vítimas de exploração […]

Reencontrar-se no Outro

Em um poema sem nome, Ana Martins Marques diz: “é bom encontrar uma vez ou outra pessoas que conhecemos na infânciaé bom nos esforçarmos por um tempopara parecer com a lembrança delas (…)” [“A Sereia e o Centauro”, Ana Martins Marques, revista piauí, nº100, janeiro/2015]  O deslocamento de subjetividade sugerido nos versos deste poema foi […]

[Decamerão, Giovanni Bocaccio, páginas 279-280, editora Abril, 1981] Já no século 14, uma cena de “foi por pouco!”, típica de, por exemplo, filmes de aventura: “Ao vir a madrugada, Agnolella escutou um tropel de pessoas que passavam. Por esta razão levantou-se; foi ter a um grande pátio que havia por trás da pequenina casa; vendo, […]

[Game of Thrones, 3ª temporada, episódio 6, “The Climb”, a partir de 48’] “Chaos isn’t a pit. Chaos is a ladder. Many who try to climb it fail and never get to try again. The fall breaks them. And some are given a chance to climb, but they refuse. They cling to the realm or the […]

Gogol Petroleiro

[Almas Mortas, Nikolai Gogol, páginas 402-408, Nova Cultural, 2003] A Folha noticiou: “A presidente da Petrobras, Maria das Graças Foster, anunciou que a empresa está estudando criar uma nova diretoria, para assegurar o ‘cumprimento de leis e regulamentos internos e externos’”. A medida me lembrou um trecho de Almas Mortas, de Nikolai Gogol. O protagonista, Tchítchicov, encontra um […]

Nieztsche Amazônico

[O Império da Amazônia, Pedro Cavalcanti, página 54, Cia. das Letras, 1995] Uma descrição do anoitecer amazônico que lá pelo terceiro parágrafo encontra Nietzsche: “Para quem não está acostumado, o cair da tarde no meio da mata fechada, com rio passando perto, é mesmo de arrepiar. As sombras vêm avançando e vai dando aquele aperto […]