seleta: pedofilia e conscientização; arte e privilégio

Posted Leave a commentPosted in Atualidade, Sem categoria

Os melhores posts que li a respeito da discussão em torno da performance La Bête, do artista Wagner Schwartz, encenada no Museu de Arte Moderna (MAM) de São Paulo. São cinco textos. A polêmica girou em torno da falsa proposição de que a obra seria apologética à pedofilia e incluía a opinião de que crianças não […]

Publicidade da Ausência

Posted Leave a commentPosted in Jornalismo, Sem categoria

Propagandas baseadas não na exibição do produto ou da marca, mas que trabalham eludindo (não totalmente, mas em grande intensidade) esses elementos centrais e se sustentando no ambiente de disseminação da mensagem, que deve garantir que ela seja completada. Ontem o New York Times publicou um exemplo disso: o McDonald’s lançou uma campanha que não cita […]

Entrevista: Sitiar o Entrevistado

Posted Leave a commentPosted in Jornalismo, Sem categoria

Simon Raven e Martin Shuttleworth, da Paris Review, no abre da sua entrevista com o escritor Graham Greene, descrevem assim o seu entrevistado: “the man whom we had come to besiege” — o homem a que viemos fazer cerco. Essa metáfora bélica me soa uma definição forte e sutil para o ato de entrevistar.  Os jornalistas rodeiam as suas fontes, […]

Roberto Kaz, Anáfora e Ópera

Posted Leave a commentPosted in Jornalismo, Sem categoria

Roberto Kaz fez uma série de escolhas criativas na reportagem “Quase Todos Presos“, para a revista piauí deste março de 2017, que narra os imbróglios da corrupção em Foz do Iguaçú. O lead descreve sem descrever, atiça: Essa é uma história brasileira. E, por ser uma história brasileira, é uma história que mistura dinheiro público e privado. […]