Contos

Corpo a corpo com o concreto

Publicado em

1.   Ainda não cortei a teia da própria vida porque me seguro nas palavras; o vocábulo é minha âncora. Não é bom viver o tempo todo à beira do precipício agarrando-se ao verbo. Livros não são vida. Eles são somente tremulações no éter. Mas o romance, como uma tremulação, pode fazer o homem vivo […]